A preocupação com a saúde sempre fez parte da vida de quem cuida da família, nos atentamos quanto ao alimento servido a quem amamos, aos exames de rotina, aos hábitos de higiene e vários outros detalhes. Mas nem sempre o cuidado com a qualidade da água recebeu a atenção que recebe hoje. E quando falamos de qualidade de água não tem como não lembrar dos purificadores.

Agora esses aparelhos fazem parte do dia a dia das famílias brasileiras, que cada vez mais buscam por informações seguras sobre a qualidade da hidratação que recebem. Para isso, é importante se atentar ao refil utilizado. Nós já te explicamos a diferença entre os refis IBBL, agora chegou a hora de saber quais partículas eles são capazes de reter.

Melhoria da qualidade da água

Desde que os purificadores de água foram desenvolvidos, deu-se início a um intenso processo de testes e certificações avaliados pelos órgãos regulamentadores para que esses produtos fossem lançados no mercado.

A partir disso tornou-se possível definir uma classificação de melhoria da qualidade da água, gerando informações comparativas que podem ser decisivas na escolha dos consumidores.  

Eficiência de retenção de partículas

Para chegar nesses dados, foram definidos parâmetros de análise da melhoria da qualidade da água com o objetivo de certificar cada refil conforme sua capacidade de retenção de partículas.  

Confira na lista abaixo a classificação atual dos refis:

Classe A – retém entre 0,5 a 1 micra de partículas

Classe B – retém entre 1 a 5 micra de partículas

Classe C – retém entre 5 a 15 micra de partículas

Classe D – retém entre 15 a 30 micra de partículas

Classe E – retém entre 30 a 50 micra de partículas

Classe F – retém entre 50 a 80 micra de partículas

Isso não significa que você só terá acesso à água purificada se utilizar um refil classe A, isso porque todas as classes atendem à requisitos mínimos de purificação estipulados pelo Inmetro. Vale ressaltar que a menor partícula visível a olho nu equivale a 40 micra de tamanho.

Se você não consegue imaginar essa dimensão na prática, vai aí uma ajudinha: um grão de areia tem em média de 200 a 500 micra, dá para acreditar?

Refis IBBL

A grande maioria dos refis originais IBBL estão classificados na categoria C de retenção de partículas. Logo, são capazes de reter partículas de impurezas concentradas na água de entrada do purificador de 5 a 15 micra de tamanho. Com exceção do refil pré C+3, que possui classificação D, porém, este nunca trabalha sozinho em nossos purificadores, os de maior capacidade (que atendem a alto consumo) possuem dois refis. O nosso refil pré C+3 opera antes de um refil completo para que o produto seja considerado purificador conforme determina o INMETRO.

Recentemente o refil CZ+7 – que antes era considerado classe D – foi reclassificado para categoria C, se juntando aos outros modelos da linha de refil IBBL.

Por isso é tão importante usar sempre o refil original, pois somente através dessas certificações podemos garantir a eficácia da purificação. Todos os refis IBBL são certificados pelo INMETRO e possuem o selo de qualidade Abrafipa em melhoria da qualidade da água.

Agora não se esqueça que é muito importante trocar seu refil a cada seis meses e aproveite a água sempre pura! 😊

Não deixe de conferir nossas redes sociais, estamos sempre atualizando nosso feed com novidades e trazendo notícias quentinhas de lançamentos e melhorias.